Objetivo

Introdução

Em 1980, quando José Tribolet e João Lourenço Fernandes criaram o INESC e adoptaram o motto “Vencer o Adamastor”, tinham como objectivo criar uma instituição que viesse a desempenhar um papel importante no crónico atraso que o país tinha no desenvolvimento científico e tecnológico.

Nas quatro décadas que, entretanto, passaram, as instituições do grupo INESC, e muitas outras que se seguiram e que adoptaram modelos de organização semelhantes, vieram de facto a desempenhar um papel importante no sistema científico e tecnológico português. Porém, Portugal ainda não é o país que todos gostaríamos que fosse, um líder em ciência e tecnologia, onde os cientistas e os inovadores sejam vistos como modelos a seguir e inspirem as novas gerações.

Neste contexto, e porque é importante reconhecer publicamente o valor das contribuições para o avanço da ciência, o INESC decidiu instituir o Prémio Vencer o Adamastor, que reconheça e dê visibilidade a trabalhos de excepcional qualidade de jovens cientistas portugueses ou residentes em Portugal há pelo menos três anos, que evidenciem excelência científica, visão e capacidade de liderança.

Parceria com o Jornal Público

Com o objectivo de promover a visibilidade do prémio, do vencedor, e da importância do desenvolvimento científico nas suas áreas de intervenção, o INESC estabeleceu com o Jornal Público, uma parceria que se irá concretizar numa colaboração mútua nas seguintes fases:

1. Criação da imagem do prémio;
2. Divulgação do prémio, na fase de abertura das candidaturas;
3. Cobertura do evento público de atribuição do prémio; e
4. Divulgação do trabalho científico premiado e das tecnologias relacionadas.

Objectivos do prémio

O Prémio Vencer o Adamastor pretende distinguir jovens cientistas portugueses que, tendo já demonstrado significativa capacidade para contribuir para o avanço da ciência nas áreas da electrotecnia, computação e afins, tenham também o potencial para vir a contribuir de forma significativa para o futuro desenvolvimento científico do país, como investigadores, cientistas, professores e futuros líderes.

O Prémio será atribuído ao candidato que demonstre não só uma capacidade concretizada para produzir trabalho científico de elevada qualidade, mas também uma visão para futuros desenvolvimentos científicos e tecnológicos na sua área de investigação.

  • logo-inesc
  • logo-publico

Submeter Candidatura

O sistema de submissão estará disponível a partir de 1 de Outubro de 2022.
A data limite para a receção de trabalhos é o dia 31 de Outubro de 2022 (23h59).
De acordo com o ponto 7 do regulamento, os documentos a submeter (trabalho e sumário) deverão ser anónimos, não incluindo referências ao autor ou auto-citações que permitam identificar a identidade do candidato(a). As contribuições (ponto 10.d do regulamento) não estão sujeitas a este requisito.
  • logo-inescid-lisboa
  • logo-inov-inesc
  • logo-inesc-mn
  • logo-inesc-coimbra
  • logo-inesctec